Acesse nosso portal

É comum chegar a um momento da carreira em que ela não está da forma como você imaginou ou ainda cogitar partir para outra área ou diferentes funções, afinal, nossos objetivos mudam com o tempo.

Nesses casos, uma das possibilidades é fazer uma segunda graduação. Isso mesmo: voltar aos bancos da faculdade, aprender coisas novas e, acima de tudo, reencontrar-se profissionalmente.

Quer saber como essa opção pode contribuir para sua vida profissional? Continue a leitura e descubra!

Atualização no mercado

Se você está em busca de melhorar suas competências e destacar-se no mercado, fazer outra faculdade pode ser a solução ideal para conquistar aquele cargo que tanto deseja ou, ainda, uma remuneração mais atraente.

É possível melhorar seu nível profissional buscando áreas afins ao voltar a estudar. Por exemplo, quem já é formado em Ciências Contábeis é capaz de enriquecer sua atuação ao fazer uma graduação em Economia.

Se você tem um diploma de Relações Internacionais, pode muito bem fazer outra faculdade no curso de Direito para atuar em uma área específica na carreira que já vem construindo. Ou um engenheiro, de qualquer segmento, pode aumentar seu conhecimento ao cursar Física.

Na Uniamérica você tem a opção de fazer o curso de Administração em até dois anos, sendo formado em Engenharia de Produção.

Dessa forma, questões específicas que você não tinha habilidades antes são adquiridas!

Mudanças na carreira

Também existem aqueles profissionais que já estão há algum tempo construindo sua carreira, mas que se sentem estagnados e gostariam de dar aquela movimentada, talvez com uma mudança de área.

Voltar a estudar também pode ser a alternativa, sem perder a experiência já adquirida. Há cursos que permitem galgar novos cargos na mesma empresa em que você se encontra.

Um Engenheiro Mecânico pode fazer um curso de Engenharia de Segurança do Trabalho. Nesse caso, sua atuação será totalmente diferente da anterior, mas a vivência fará com que seja um profissional mais ciente das necessidades da área.

Da mesma forma, quem antes era um professor, mas descobriu que não quer mais lecionar, pode fazer Administração e partir para o setor administrativo da instituição em que trabalha.

As oportunidades são múltiplas, basta você se encontrar como profissional!

Mas... e a idade?

Uma das coisas que faz a pessoa repensar se deve estudar novamente é a convivência com pessoas mais jovens, aquele medo de ser o “tiozão da turma”. Isso não deve atrapalhar sua volta aos estudos, muito pelo contrário.

Conviver com estudantes mais novos pode dar o frescor de ideias e novidades que faltava em sua retomada. Além disso, diferentemente da primeira vez que você frequentou uma faculdade, dessa vez você não tem aquele deslumbre com uma nova etapa da vida e sabe o quanto é necessário se dedicar e correr atrás para garantir boas oportunidades em sua carreira.  

Facilidades

Buscar uma instituição de ensino e estudar novamente trazem consigo facilidades que talvez você não tenha percebido na sua primeira graduação. A própria entrada na universidade é mais fácil. Não é necessário prestar o vestibular, uma vez que você pode entrar com um pedido de obtenção de novo título.

Outra questão que faz a diferença é poder eliminar matérias que são consideradas equivalentes. Por exemplo: se sua primeira graduação foi Matemática e agora você quer entrar em Engenharia, a disciplina de matemática financeira pode ser eliminada da sua grade com um pedido de equivalência. Dessa forma, você termina sua segunda graduação em menos tempo.

Viu como uma segunda graduação pode fazer a diferença na sua carreira? Confira a oferta acadêmica da Uniamérica e escolha sua próxima graduação agora mesmo!

Conheça agora os nossos cursos!

Leia também: Entrar na faculdade aos 25 vale a pena?

Topics: Faculdade, Segunda Graduação

Caio Miranda

Escrito por Caio Miranda

   

Posts recentes