Acesse nosso portal

shutterstock_335587841.jpg

Cursar uma faculdade é o sonho de muitos estudantes. E, gradativamente, os obstáculos ao acesso ao ensino superior de qualidade – especialmente para aqueles oriundos de escolas públicas – vão se desfazendo.

Em outras palavras, a matrícula em uma graduação deixou de ser um sonho distante para se tornar um objetivo possível. Veja agora algumas dicas que vão ajudá-lo nessa caminhada!

Prepare-se adequadamente para o vestibular

Embora existam outras maneiras de se fazer isso – entraremos nesse assunto daqui a pouco – o vestibular tradicional ainda é a porta de entrada mais utilizada por estudantes que querem ingressar no ensino superior de qualidade.

Por isso, é muito importante que você se prepare adequadamente para a prova. Evite dedicar-se aos estudos “para valer” apenas às vésperas do processo seletivo: transforme o tempo em um aliado, não inimigo.

Para aqueles que são autodidatas, a sugestão é estruturar uma rotina, apoiada na criação de metas diárias. Revise todo o conteúdo, mas dê atenção especial às disciplinas que você tem mais dificuldade.

Utilize a sua nota do ENEM

Uma alternativa aos estudantes que desejam ingressar no ensino superior de qualidade é utilizar-se de sua nota no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Quem optar por essa modalidade está automaticamente dispensado do processo seletivo tradicional.

Para isso, o candidato deverá assinalar essa opção no momento de efetuar seu cadastro. Verifique, no edital, qual o período de aceite das notas.

Por fim, vale lembrar, o estudante precisa ter atingido a média mínima de 450 pontos e, obrigatoriamente, comprovar seu desempenho apresentando o histórico das notas fornecido pelo Instituto Anísio Teixeira.

Conquistada a vaga, inscreva-se para uma bolsa

Uma vez conquistada a tão sonhada vaga, o estudante passa a se preocupar com os custos gerados pela vida universitária: despesas com deslocamento, material didático, alimentação e, no caso de uma instituição particular, também a mensalidade.

É verdade que muitas famílias fazem ajustes no orçamento para que este sonho caiba no bolso, porém, é importante salientar que as instituições estão cada vez mais sensíveis a essa questão, especialmente em tempos de recessão econômica.

Na Uniamérica, estudantes que estejam cursando a sua primeira graduação – incluindo aqueles oriundos do Ensino Médio público – podem inscrever-se no programa de bolsas de estudo concedidas pela própria faculdade.

O mais importante é que a renda familiar do concorrente seja compatível com os padrões exigidos no edital. Os candidatos com melhor desempenho no processo seletivo são submetidos a entrevistas e, a exclusivo critério da instituição, ela pode solicitar documentos para validar as informações apresentadas.

Há ainda diversas opções de crédito estudantil, como o CredIES, PraValer e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa mantido pelo Ministério da Educação que dá aos contemplados a chance de financiar até 100% do curso.

Para ficar por dentro de outros diferenciais da Uniamérica – como a Metodologia de Aprendizagem Ativa – que transformam nossa instituição em referência quando o assunto é ensino superior de qualidade, leia outros textos do nosso blog ou visite nosso site. Até a próxima!

Leia também: Por que a Metodologia Ativa é tão importante para a formação acadêmica

Conheça nossos cursos

Topics: Educação Superior

Caio Miranda

Escrito por Caio Miranda